CALANGOTANGO não é um blog do mundo virtual. Não é uma opinião, uma personalidade ou uma pessoa. É a diversidade de idéias e mãos que se juntam para fazer cidadania com seriedade e alegria.

Sávio Ximenes Hackradt

24.12.12


Por Leide Franco (@LeideFranco)


Dia desses uma amiga veio me falar que um amigo nosso em comum está jogando flores no jardim colorido dela. Fiquei feliz. Os dois são tão bons e tão do bem que se merecem, mas ela acha que não. Aqui vou chamá-los de João e Maria, para tornarem-se mais reais.

João é o cara mais incrível que conheço. Maria, a mais inteligente. Um balanço perfeito entre a razão e a emoção. Já disse a ela diversas vezes que quando eu crescer, quero ser grande como ela.

Há uma insegurança clara em Maria e um medo aterrorizador. Ela teme estragar amizade de anos. João e Maria foram feitos um para outro, sim, eu acredito nisso, mas ela não. Atordoada, ela tacou a seguinte pergunta: dou uma chance a ele e corro todos os riscos ou deixo do jeito que está? Eu gosto dele, mas gosto como amigo – frase clássica. Mas como saber se ela gosta diferente?

Missão difícil essa minha. Por sorte ele ainda não me pediu ajuda, só relatou a situação. Eu fico no meio dos dois. Querendo que essa história de um possível amor só tenha um final feliz, independente do fim. Qualquer coisa que diga em relação a essa relação pode ser bom ou ruim, ou ainda, nada pode acrescentar. Eu e uma sinuca de bico.

Eu disse a Maria que restavam três opções possíveis. A primeira é “vocês podem tentar e viver felizes para sempre e eu ainda ser a madrinha disso tudo J”. Outra possibilidade é “tudo pode começar extremamente bem e depois virar uma relação fraterna entre amantes” e, por último, a mais comum: “o futuro promissor a dois pode se tornar em um nada. Pode estragar tudo pela tentativa de transformar aliança de amizade em uma aliança de amor homem e mulher, a mais delicada”. 

Acho que não ajudei muito...

Às vezes é comum ficarmos confusos com nossos sentimentos, sem saber exatamente qual o grau de amizade ou de amor romântico mantemos com pessoas consideradas especiais. A dúvida é: somos somente amigos ou existe a chance de ir além? Acho que o segredo é medir o grau de afinidade carnal.

Amizade é o amor mais eterno que conheço. O amor pode de uma hora para outra passar. Vai por morte natural ou inanição, e quase sempre deixa um cenário devastador. A amizade pode ir, mas uma hora volta.

Alguns homens são perfeitos para não casar, como também algumas mulheres. Se eles forem do tipo que você olha no olho e só enxerga um irmão, é melhor não arriscar. Maria e João são assim. Ela é a princesa que ele quer coroar. Torço por isso na mesma medida que tenho medo, assim como Maria.

Nietzsche diz que as mulheres podem tornar-se facilmente amigas de um homem; mas, para manter essa amizade, torna-se indispensável o concurso de uma pequena antipatia física. Nietzsche estaria certo? Acho que nesse caso, não!

Já o pessimista Oscar Wilde joga essa na cara da gente:


O que será que acontece com João e Maria?

Não tenho nenhuma fundamentação teórica para falar de sentimentos, nesse caso. Acredito que quando conhecemos uma pessoa com a qual se consegue dormir com ele(a) na mesma casa, no mesmo quarto e isso não despertar nenhum tipo de anseio e contato físico íntimo, quando não se sente nenhum ímpeto de  correr para o abraço e dormir de conchinha, é porque não resta nada mais do que uma linda amizade, aquela coisa rara...

As minhas estatísticas dizem que é mais fácil uma pessoa se apaixonar por alguém que não conhece muito bem do que ao contrário. Os meus dados apontam que o ‘não saber tudo sobre o outro’ deixa as surpresas suspensas e cada dia é um dia de descobertas boas - e não.

O interessante é que geralmente esse(a) amigo(a) possível amante é o mais perfeito dos seres humanos. Basta pensar em precisar dele ou dela que antes de você estalar dos dedos já está de prontidão, não é mesmo?! É aquela pessoa que mais tem ouvidos para você, possui dez abraços... Quase um mutante. Talvez namorar e casar com um amigo de longas datas, aquela pessoa que você conhece até os pensamentos, provoque medo. É perfeição demais.


Meu conselho é: se o corpo mandar você correr, corra! Seja para perto ou não.

0 comentários:

Postar um comentário

Estação Música Total

Últimas do Twitter



Receba nossas atualizações em seu email



Arquivo