CALANGOTANGO não é um blog do mundo virtual. Não é uma opinião, uma personalidade ou uma pessoa. É a diversidade de idéias e mãos que se juntam para fazer cidadania com seriedade e alegria.

Sávio Ximenes Hackradt

29.11.12


A Argentina iniciou nesta quarta-feira o maior julgamento desde a anulação, em 2003, das leis de anistia para os crimes cometidos durante a última ditadura militar no país (1976-1983). Ao todo, 68 ex-militares e civis respondem por 798 acusações de sequestros, torturas e homicídios relacionadas à Escola de Mecânica da Marinha (Esma), maior centro de detenção ilegal na ditadura - inclusive os chamados “voos da morte”, nos quais dissidentes eram atirados no mar.

O Globo

Os principais acusados são os ex-capitães da Marinha Alfredo Astiz (conhecido como Anjo da Morte), Ricardo Cavallo e Jorge Acosta, já condenados em 2010 à prisão perpétua em outro processo por tortura e assassinatos na Esma, além de oito ex-pilotos dos voos da morte.

Também está sendo julgado o ex-secretário da Fazenda Juan Alemann, acusado de testemunhar o interrogatório sob tortura do militante Orlando Ruiz, suspeito de participar de um atentado contra o político e cujo paradeiro é desconhecido até hoje. 


1 comentários:

  • E AQUI NO BRASIL? QUANDO O CONGRESS VAI ANULAR UMA LEI CONGENERE? AQUI DEVERIA NÃO APENAS CONDENAR MAS ANULAR TODAS AS APOSENTADORIAS OU PENSÕES DOS ENVOLVIDOS,EM RESPEITO ÀS MORTES DAS VITIMAS DA DITADURA

Postar um comentário

Estação Música Total

Últimas do Twitter



Receba nossas atualizações em seu email



Arquivo