CALANGOTANGO não é um blog do mundo virtual. Não é uma opinião, uma personalidade ou uma pessoa. É a diversidade de idéias e mãos que se juntam para fazer cidadania com seriedade e alegria.

Sávio Ximenes Hackradt

2.4.12


“COISAS DA VIDA”

Por Leide Franco* (@LeideFranco)

Uma vez ou outra, quando opto por isso ou aquilo, eu paro, penso e me pergunto: com essa escolha eu não devo estar jogando fora a minha sorte?

Mas o que é sorte?

Em uma explicação mitológica, os gregos apresentam a sorte através das Moiras, mulheres de aspecto triste, que lembram a morte. Elas são as responsáveis por fabricar, tecer e cortar aquilo que seria o fio da vida de todas as pessoas. Quando trabalham, as Moiras usam a Roda da Fortuna, que é uma espécie de tear utilizado para tecer os fios, ou seja, a vida.

Já repararam como a sorte é extremamente ligada ao destino, vida?
 “Morreu tão jovem. Poxa, que falta de sorte!”
Olhando por outro viés, sorte é puro sinônimo de dinheiro, poder e riqueza.

“Que sorte! Ele ganhou 20 milhões na mega-sena.

Em “O Príncipe”, obra de Maquiavel, ele destaca que a sorte é consequência, até certo ponto, de trabalho e não do acaso.

Acredito que “sorte” é apenas uma expressão que utilizamos para explicar outra expressão: “Ele se deu bem”, tanto que quando alguém não se dá bem em algo ou com alguém, ele teve má sorte.

O escritor, poeta e filósofo Ralph Waldo Emerson, escreveu certa vez que homens fracos acreditam na sorte. Homens fortes acreditam em causa e efeito, sendo assim vem aquela velha história da Lei da Atração, que quer dizer: você tem aquilo que atrai, seus pensamentos vão ser o resultado do seu sucesso [ou fracasso].

Não sou uma pessoa de sorte, confesso, mas sou aquela que aproveita as oportunidades e agarra as chances com unhas e dentes. Conheço tantas pessoas dignas de ter muita sorte, mas não têm. Isso significa que elas não merecem ter sorte?

Só sei de uma coisa: a sorte ou qualquer outro nome que queiram dar a isso, está ao lado dos audaciosos e dos que não desistem de realizar seus projetos.

*Leide Franco - Comunicadora com pretensões literárias; 
Um pouco de filosofia e reflexões cotidianas; 
Um muito de MPB
E quase nada do que ainda quero ser.

0 comentários:

Postar um comentário

Carregando...

Estação Música Total

Últimas do Twitter



Receba nossas atualizações em seu email



Arquivo