CALANGOTANGO não é um blog do mundo virtual. Não é uma opinião, uma personalidade ou uma pessoa. É a diversidade de idéias e mãos que se juntam para fazer cidadania com seriedade e alegria.

Sávio Ximenes Hackradt

4.4.12


Com o discurso de que a presidente Dilma Rousseff está demorando demais para instalar a Comissão da Verdade, a Comissão de Direitos Humanos da Câmara decidiu criar a sua própria comissão paralela e começou, nesta terça-feira, a ouvir testemunhas daquele período que vivenciaram e atuaram de alguma maneira em um dos lados durante a ditadura militar.

Evandro Éboli, O Globo

Nesta primeira reunião, os parlamentares ouviram um antigo reservista do Exército, que serviu na região da Guerrilha do Araguaia, e que teria sido usado pelos militares na captura dos guerrilheiros. Houve o depoimento também de um mateiro, um morador rural da região e que teria colaborado na localização do pessoal do PCdoB.

A reunião ocorreu às portas fechadas. Teria sido um pedido das testemunhas. A decisão de transformar a reunião em secreta, irritou o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), um opositor ferrenho da Comissão da Verdade, que fez críticas à deputada Luiza Erundina (PSB-SP), coordenadora da subcomissão e autora de um projeto que defende a revisão da Lei da Anistia e prevê a punição para os militares que cometeram violações de direitos humanos durante o regime militar. 


1 comentários:

  • Grande iniciativa: "comissão da verdade tem sessão secreta" só mesmo no Brasil. Depois cada um diz o que quiser sobre o que ouviu. E a verdade, ..........

Postar um comentário

Estação Música Total

Últimas do Twitter



Receba nossas atualizações em seu email



Arquivo