CALANGOTANGO não é um blog do mundo virtual. Não é uma opinião, uma personalidade ou uma pessoa. É a diversidade de idéias e mãos que se juntam para fazer cidadania com seriedade e alegria.

Sávio Ximenes Hackradt

31.7.12


Quatro recentes estudos mostram a relação entre sono ruim ou insuficiente e o declínio das funções mentais. Saiba mais

The New York Times *

Dormir pouco ou mal pode fazer bem mais do que prejudicar o humor. Quatro novos estudos sobre o tema se somam às evidências científicas de que a quantidade e a qualidade do sono podem estar relacionadas à deterioração mental e ao desenvolvimento de demência e Alzheimer.

Dormir pouco ou demais foi igualado a dois anos de envelhecimento do cérebro em um estudo. Outra pesquisa concluiu que pessoas comapneia obstrutiva do sono – respiração interrompida durante o sono – eram duas vezes mais propensas a desenvolver demência em comparação com pessoas sem o problema. Um terceiro estudo sugere ainda que a sonolência diurna excessiva pode predizer o declínio cognitivo em na terceira idade, e uma quarta pesquisa relacionou padrões de sono alterados ao desenvolvimento de placas amiloides – indicadores da doença de Alzheimer.


1 comentários:

  • Fiquei feliz em ler aqui no CALANGOTANGO, sobre noites mal dormidas, confesso que hoje estou enfrentando este problema, mas já procurei especialistas e estou fazendo uma série de exames inclusive dia 08/08/2012, irei fazer o último que chama-se POLISONO, é aquele que o paciente passa a noite na clinica cheio de aparelho monitorando todos os seus movimentos e reações ao longa da noite, após o resultado esse exame será juntado aos demais e aí deverá sair o resultado final do diagnóstico, e posteriormente o tratamento adequado...

Postar um comentário

Estação Música Total

Últimas do Twitter



Receba nossas atualizações em seu email



Arquivo