CALANGOTANGO não é um blog do mundo virtual. Não é uma opinião, uma personalidade ou uma pessoa. É a diversidade de idéias e mãos que se juntam para fazer cidadania com seriedade e alegria.

Sávio Ximenes Hackradt

27.3.12


A briga entre facções organizadas de corintianos e palmeirenses, que ocorreu na manhã de domingo na Zona Norte de São Paulo e provocou a morte de pelo menos um torcedor, deixando outros três feridos, pelo menos um em estado grave, poderia ter sido evitada.

Fonte: Terra

Como o LNET! verificou, o confronto estava marcado na internet. Através de comunidades virtuais, integrantes de diversas facções organizadas, a maioria da Gaviões da Fiel e da Mancha Alviverde, combinaram que se encontrariam horas antes do jogo. Sites como Orkut e fóruns de discussões foram as plataformas usadas para ter acesso ao conteúdo das conversas, o interessado precisa fazer uma solicitação ao moderador da comunidade, que libera ou não.

Durante a semana, torcedores se provocaram para brigar antes do clássico. Já na manhã de domingo, momentos antes do confronto, usando rádios, comunicaram-se para revelar onde estariam.

Ainda incomodados com a morte do associado Douglas Karim Silva, cujo corpo foi encontrado no Rio Tietê em agosto do ano passado depois de ter sido agredido na mesma região da capital, integrantes da Gaviões chegaram armados com barras de ferro e armas de fogo à Avenida Inajar de Souza, onde um grupo comandado pela Mancha estava caminhando até o Pacaembu, acompanhado de duas viaturas da Polícia Militar.

Outro episódio que motivou o confronto aconteceu durante a apuração do Carnaval paulistano, no mês passado, quando uma integrante da Gaviões levou um soco de outro da Mancha. A Polícia Civil, conforme o LNET! antecipou ontem, via ligação entre os episódios. No código de conduta seguido pelas facções, agredir uma mulher é uma atitude imperdoável. Outra combinação comum é brigar sem armas de fogo, o que fora descumprido em agosto de 2011 por palmeirenses e revidado no domingo por corintianos.

E a morte de André Alves Lezo promete ser vingada por facções palmeirenses. Cabe à polícia punir os responsáveis e evitar novas tragédias.

0 comentários:

Postar um comentário

Estação Música Total

Últimas do Twitter



Receba nossas atualizações em seu email



Arquivo