CALANGOTANGO não é um blog do mundo virtual. Não é uma opinião, uma personalidade ou uma pessoa. É a diversidade de idéias e mãos que se juntam para fazer cidadania com seriedade e alegria.

Sávio Ximenes Hackradt

28.3.12


Músicas com temas maliciosos podem ficar mais raras nas festas da Bahia. Um projeto, conhecido como "lei antibaixaria", foi aprovado na noite desta terça-feira (27) em votação na Assembleia Legislativa.

Natalia Canciam, Folha.com

O projeto, de autoria da deputada Luiza Maia (PT), proíbe o poder público de contratar artistas cujas músicas "desvalorizem, incentivem a violência ou exponham as mulheres à situação de constrangimento".

A votação, que já tinha sido adiada por várias vezes, começou às 14h e terminou por volta das 20h. Dos 52 deputados presentes, nove votaram contra o projeto.

Os parlamentares votaram também duas emendas.

Inicialmente, o projeto atingia artistas cujas letras e coreografias poderiam ofender as mulheres. Após discussão, os parlamentares optaram por retirar a parte que falava sobre as coreografias --a justificativa é que seria difícil fiscalizar esse tipo de ação.

Outra emenda, que estendia o veto aos grupos "que fazem apologia a drogas ilícitas e incentivam a homofobia", também foi aprovada.


1 comentários:

  • Gostei da atitude da deputada. Afinal, a mulher continua ocupando seu espaço. Lutando, trabalhando, amando e parindo. É uma cidadã e tem os mesmos direitos de qualquer cidadão, portanto, merece o mesmo respeito. Algumas bandas acham que só conseguem fazer sucesso usando termos chulos em suas músicas. Isso é baixaria e falta de criatividade e de competência também. A mulher merece respeito e a melhor resposta é não ir aos shows, tampoco comprar os discos. Parabéns deputada!!!

Postar um comentário

Estação Música Total

Últimas do Twitter



Receba nossas atualizações em seu email



Arquivo