CALANGOTANGO não é um blog do mundo virtual. Não é uma opinião, uma personalidade ou uma pessoa. É a diversidade de idéias e mãos que se juntam para fazer cidadania com seriedade e alegria.

Sávio Ximenes Hackradt

20.4.11


Estudo realizado pelo IBOPE Inteligência em parceria com a rede global de pesquisas WIN mostra a mudança da opinião das pessoas sobre o uso da energia nuclear no Brasil e no mundo, depois do terremoto no Japão
Do site do Ibope
Depois do terremoto e do tsunami que assolaram o Japão, os olhos do mundo voltaram-se para a usina de Fukushima, cujo vazamento nuclear vem despertando um sentimento global de insegurança quanto ao uso de energia nuclear como uma das formas de gerar eletricidade.

Para avaliar o impacto da tragédia na opinião das pessoas, o IBOPE Inteligência, em parceria com a Worldwide Independent Network of Market Research (WIN), realizou uma pesquisa em 47 países de todos os continentes.

Perguntados se temiam a ocorrência de um incidente nuclear no Brasil, 57% dos brasileiros afirmaram estar muito preocupados ou preocupados.
O Brasil figura como o 13º país mais preocupado, em um ranking liderado por Marrocos (82%), China (81%), Geórgia (77%), Territórios Palestinos (73%) e Quênia (72%). A média global dos preocupados é de 49%.
Ainda segundo o estudo, 54% dos brasileiros são contra o uso de energia nuclear, como uma das formas de gerar eletricidade para o mundo. Antes do terremoto do Japão, 49% eram contra.
Mundialmente, 43% dos entrevistados são hoje contrários, sendo este um índice 11 pontos percentuais maior do que era antes da tragédia, quando apenas 32% se opunham ao uso de energia nuclear.
Perguntados quanto à capacidade de recuperação do Japão, 49% dos brasileiros afirmaram que o país vai se recuperar e voltar ao mesmo patamar econômico de antes.
Outros 31% crêem que ficará economicamente enfraquecido. Mundialmente, o índice dos otimistas é menor, apenas 30% acreditam que o Japão retorne ao mesmo nível econômico de antes do terremoto, enquanto 38% acreditam que a economia japonesa será prejudicada.
Sobre a pesquisa
A pesquisa ouviu 34.122 pessoas em 47 países para um amplo levantamento sobre a percepção da população mundial em relação às usinas nucleares. No Brasil foram entrevistadas 1.001 pessoas. A pesquisa foi feita entre 20 de março e 10 de abril.


Sobre a WIN
A WIN é uma associação que reúne as maiores empresas independentes de pesquisa de mercado do mundo. É uma plataforma global para intercâmbio de negócios internacionais entre mais de 55 países presentes em todos os continentes. 
Oferece expertise de mercado, conhecimento regional e uma vasta relação de produtos, serviços e metodologias em qualquer parte do mundo, permitindo a realização de projetos de pesquisa internacionais e a entrega de soluções globais.
Para dar visibilidade à rede, seus membros realizam juntos pesquisas de opinião pública sobre grandes temas em discussão no mundo, como o Barômetro Global sobre a crise econômica, as expectativas entorno da Copa do Mundo e, no final de cada ano, a pesquisa sobre as Perspectivas Econômico-Sociais para o ano seguinte.

0 comentários:

Postar um comentário

Estação Música Total

Últimas do Twitter



Receba nossas atualizações em seu email



Arquivo