CALANGOTANGO não é um blog do mundo virtual. Não é uma opinião, uma personalidade ou uma pessoa. É a diversidade de idéias e mãos que se juntam para fazer cidadania com seriedade e alegria.

Sávio Ximenes Hackradt

22.4.11


A Jornalista Eliana Lima, em sua coluna na Tribuna do Norte (22), levanta uma série de questionamentos, sobre a propaganda do governo Rosalba, que merecem uma reflexão. Abaixo transcrevo.
Eliana Lima - Tribuna do Norte
Da atenta Vespa Astuciosa: - “Ainda não entendi qual é a lógica do Governo Rosa(do). Alardeia crise financeira, fecha as torneiras, pára tudo, e depois sai um balanço mostrando uma sobra de R$ 300 milhões em poucos meses”.
Continuou: - “Agora, eles deixam de pagar, por exemplo, o programa do leite, que combate a fome e gera emprego na zona rural, mas paga milhões para produzir e botar no ar uma propaganda enorme, produzida com todo o requinte, exibida nos horários mais caros da TV, falando em ‘novo rumo’, para o Estado com sua posse”.
»...Atentos
Continuou, imperdoável: - “Algo muito semelhante a propaganda partidária”.
Franziu a testa, comprimiu os lábios e picou: - “Aliás, pela lei a propaganda oficial, aquela paga com o dinheiro público, só é permitida em dois casos: para orientar a população sobre os programas, como o da dengue, ou para prestar contas de algo realizado. Aí eu pergunto: em qual desses casos a peça produzida e exibida pelo governo se encaixa?”.
»Bzzzz...
A Abelhinha ouviu atentamente e arrematou: - É cara vespa, há muito anos que tais irregularidades vêm ocorrendo em cutiladas à lei...

Do Calangotango: No Rio Grande do Norte os governos se sucedem e a propaganda tem sido utilizada para promoção pessoal ou partidária – agora, além dessa do governo estadual, está no ar uma campanha cheia de loas (???) à administração da prefeita de Micarla de Souza, que, como se sabe, na verdade não funciona em nenhum setor, se constituindo em um desastre gerencial colossal e nunca antes visto por estas terras potiguares. E, até agora, o governo Rosalba só fez falar da crise financeira herdada do governo anterior. Se o governo não tem dinheiro para pagar as dividas e nem fazer investimentos por quê gastar com uma propaganda que não é educativa, não presta contas de nada e nem orienta a sociedade pra coisa nenhuma? É esse o novo rumo para o Rio Grande do Norte?

0 comentários:

Postar um comentário

Estação Música Total

Últimas do Twitter



Receba nossas atualizações em seu email



Arquivo