CALANGOTANGO não é um blog do mundo virtual. Não é uma opinião, uma personalidade ou uma pessoa. É a diversidade de idéias e mãos que se juntam para fazer cidadania com seriedade e alegria.

Sávio Ximenes Hackradt

28.4.11


Folha de São Paulo
A Apple declarou que vai modificar a forma como dados de localização dos clientes via Wi-Fi no iPhone e iPad são armazenados, após a polêmica sobre o tema ter eclodido nos jornais do mundo na semana passada. Mas a companhia negou estar rastreando os dados de usuários.
As informações foram colocadas em um comunicado no blog oficial da Apple nesta quarta-feira, e divulgadas pelo site do jornal "The New York Times".
Na semana passada, dois pesquisadores descobriram um arquivo dos principais dispositivos móveis da companhia, que aparentemente trazia os dados de localização visitados por usuários nos últimos 12 meses. O fato trouxe a suspeita sobre se a Apple estava rastreando os usuários.
No comunicado, a companhia declarou que o arquivo é usado para "uma base de dados de pontos de Wi-Fi e torres de celular em torno da atual localização [do usuário]"que supostamente seriam usadas para ajudar na precisão de geolocalização de um dispositivo móvel.
A companhia assumiu um equívoco. De acordo com a Apple, ele ocorreu devido a uma falha do programa, cujo resultado foi o armazenamento de dados durante um longo período. A empresa de Steve Jobs também prometeu consertar isso com uma atualização de software.
"Não achamos que o iPhone precisa armazenar mais do que sete dias desses dados", declarou a fabricante.
Ainda segundo a Apple, um defeito de software impede que os dados coletados sejam apagados --outro problema que promete resolver o mais rápido possível.
A empresa também negou que pudesse localizar usuários por intermédio do acesso ao arquivo do telefone (a informação, segundo diz o texto, seria enviada de forma anônima e codificada à companhia).
De acordo com o "NYT", o comunicado também traz à tona a possibilidade de planos de produto para o futuro. "A companhia disse que estava coletando tráfego de dados com telefones e tablets a fim de construir uma base de dados de tráfego a partir das próprias experiências do usuário", diz o jornal.

0 comentários:

Postar um comentário

Estação Música Total

Últimas do Twitter



Receba nossas atualizações em seu email



Arquivo